A Primeira República, um dos períodos mais complexos da história portuguesa, encontra-se ainda por estudar em profundidade. António José Telo, historiador de autoridade largamente confirmada, apresenta-nos o primeiro de dois volumes, que são um extraordinário contributo para a compreensão do enquadramento social e político de uma das primeiras e mais avançadas repúblicas da Europa. Em 1911 é aprovada a constituição, mas desde logo surgiram importantes fracturas na sociedade portuguesa, que se reflectiriam em vários sectores da sociedade, criando uma grande instabilidade política, agravada ainda pela guerra de 1914-1918. Este primeiro volume termina com o rescaldo da guerra e ascensão política de Sidónio Pais.